Como ler gráficos da Bolsa

Como ler gráficos de Forex

¿O que são os gráficos da Bolsa?

Em primeiro lugar, o operador precisa saber o que é um gráfico antes de tentar interpretar as informações exibidas. Em resumo, um gráfico do mercado de ações é basicamente a representação das taxas de câmbio entre os instrumentos financeiros ilustrados na tabela. A capacidade de ler gráficos é parte integrante da negociação de ações e permite ao operador não só acompanhar as operações atuais, mas também ajuda a detetar uma linha de tendência em desenvolvimento para suas operações futuras.

Opere nos Mercados Globais: Forex, Índices e mais com a AvaTrade, Broker Regulado.

Como ler gráficos da Bolsa

Ao existirem muitas opções disponíveis para os operadores descobrirem como seguir uma tendência em pares de divisas do mercado Forex, em matérias primas e outros instrumentos, a maneira mais confiável de fazer isso é seguir os gráficos (bitcoin euro ou gráfico IBEX 35, por exemplo). Os operadores que usam gráficos são chamados operadores técnicos, que preferem acreditar na precisão das ferramentas e indicadores gráficos para identificar tendências e pontos de preço, assim como para decidir quando entrar e sair dos mercados.

Além disso, existem também os operadores fundamentais que preferem acompanhar as fontes de notícias que oferecem informações reais sobre crescimento econômico, mercado laboral, ameaças políticas e taxas de juros.

A AvaTrade guia na interpretação dos gráficos da bolsa. Com o objetivo de lançar a sua etapa na bolsa, apresentaremos algumas dicas para ajudá-lo a entender e ler os gráficos.

Entender as tendências

Quando olhamos para um gráfico e vemos um grupo de dados apontando numa direção geral, pode-se determinar a direção geral de origem de um instrumento. Cada tabela e cada gráfico da bolsa são diferentes, pois na maioria dos gráficos do mercado de ações, a tendência pode ser identificada facilmente, enquanto em outros, as tendências podem ser mais complexas. As tendências movem-se numa série de picos e vales (altos e baixos). Quando nos referimos a uma tendência de alta, observamos uma sucessão de altos e baixos acumulados em sentido ascendente e uma tendência de baixa é uma sequência de altos e baixos em sentido descendente.

Existe outra tendência chamada horizontal, plana ou marginal. Aparece quando as forças de oferta e demanda são iguais, portanto há mais uma linha reta do que uma sucessão de vales e picos.

As tendências não são classificadas apenas pela sua direção, mas também pela duração da tendência. Existem tendências de longo prazo, de curto prazo e intermédias, que coexistem e podem ter a mesma direção ou direção oposta. São bastante intuitivas, pois estão baseadas no tempo e fazem parte da linha de tendência ao interpretar um gráfico da bolsa.

Tipos de Gráficos da BolsaDois fatores muito importantes para poder operar são a compreensão completa do que um gráfico mostra e as informações que ele fornece. Quando negociamos ações online, é preciso saber que existem três tipos principais de gráficos que são muito populares nos mercados de ações. Cada gráfico tem seu nível de informação de acordo com o nível de conhecimento individual do operador:

Gráfico de linhas: é o gráfico mais básico e a base para qualquer operador principiante. Este gráfico representa apenas um preço de fechamento para um determinado período de tempo e esse preço de fechamento é o elemento mais importante nos dados de análise. Esta é, em essência, a forma em que se elabora um gráfico de linhas: conectando os preços de encerramento para um período de tempo definido. Não há informações visuais nem valores diferentes de cotação, ou seja, não veremos aumentos ou reduções ou os preços de abertura.

Gráficas de barras

Gráficos de barras: o gráfico de barras é um gráfico de linhas com mais detalhes. Inclui várias informações importantes que se adicionam a cada ponto de dados colecionados no gráfico. Elabora-se com uma sequência de linhas verticais, onde cada linha é uma representação da informação do mercado de ações, e mostra a ascensão e queda do mercado de ações nesse período assim como o preço de abertura e fechamento. O preço de fechamento e abertura representa-se com uma linha horizontal mais curta.

O preço de abertura é a linha que está localizado à esquerda da barra vertical e, por outro lado, o preço de fechamento é o que está localizado na barra horizontal, à direita da barra. Compreender este gráfico da bolsa é simples, se a linha à esquerda (o preço de abertura) é menor do que a linha da esquerda (o preço de fechamento), então a barra fica verde, preto ou azul e representa um aumento de preços e um aumento no valor do instrumento. O oposto acontecerá se o valor da barra indica, com cor vermelha, uma descida.

Gráfica de velas
Gráfico de velas: depois de conhecer os gráficos de linhas e de barras, avançamos para o gráfico de velas, que será mais fácil de entender ao ser similar ao gráfico de barras. As linhas verticais ilustram as faixas de preço durante um período no mercado de ações, enquanto o corpo da vela se utiliza com cores diferentes para representar as mudanças do mercado nesse período de tempo.

Detalhe dos gráficos de velas

Se recuamos ao século XVII, os japoneses começaram a usar a análise técnica para operar com o arroz, embora bem diferente da versão norte-americana criada por volta de 1900. No entanto, os seus princípios são semelhantes.

Para começar a criar e interpretar um gráfico de velas, o primeira que precisamos saber é que os dados contém preços de aumentos, perdas, aberturas e fechamento.

elementos de gráfica de velas
As porções “vazias” e “coloridas” são as que formam o corpo. As linhas finas e alongadas acima e abaixo do “corpo” representam os intervalos para cima ou para baixo e chamam-se sombras ou caudas. Se as linhas forem colocadas na parte superior do corpo, isso indicará o preço para cima e o de fecho, enquanto a linha na parte inferior do gráfico indicará o preço baixo e o de fecho nessa posição. As cores do corpo da vela variam dependendo do broker, mostrando verde ou azul, se o preço estiver aumentando e vermelho se o preço estiver em descenso. As velas “vazias” mostram o preço de fechamento superior ao preço de abertura e indicarão aos operadores a oportunidade de COMPRA. As velas preenchidas/coloridas em que o preço de fechamento é menor do que o preço de abertura indicarão uma posição de venda.

Os corpos alongados face aos mais curtos indicarão a pressão de compra ou venda entre os operadores. Corpos curtos representam que há pouco movimento e são frequentemente tratados como um padrão de consolidação chamado “doji”.


O “doji” é um aspeto importante dos gráficos de velas porque fornecem informações sobre vários padrões. Estes aparecem quando os instrumentos são abertos e fechados a preços virtualmente iguais e não há muita diferença entre eles. A importância de um “doji” é mostrar aos operadores que, depois de uma vela branca ou verde alongada, a pressão de compra começa a enfraquecer, ou após uma vela alongada sólida (azul ou preta), a pressão de venda começa a cair e oferta e demanda começam a equilibrar-se.

Análise gráfica

Um dos padrões mais confiáveis e populares de análise de gráficos é o padrão de cabeça e ombros. É um padrão que indica uma mudança de trajetória, ou seja, sua formação será o sinal de que a tendência atual logo registará uma mudança. Existem duas versões do padrão de cabeça e ombros:


1. Teto de cabeça e ombro: geralmente formado no pico de uma tendência ascendente e indica que o preço do ativo está pronto para cair assim que o padrão se tenha completado.

2. Base de cabeça e ombros (ou reverso da cabeça e dos ombros): geralmente formados durante uma tendência descendente e indicam que o preço do ativo está pronto para subir.

Ambos têm uma construção visual muito semelhante, pois cada um contém quatro elementos principais: dois ombros, a cabeça e o pescoço. Os padrões formam-se quando o pescoço (suporte e resistência) se rompe e se forma outro ombro. Cabeças e ombros formam-se com picos e vales no gráfico. Existem muitas outras formações que os operadores usam para analisar a atividade do mercado de ações, como: Cobertura/Dupla Base, Cobertura/Tripla Base, Pinóquio, Envelope, Alta/Baixa, etc.

Incorporação das ferramentas de análises técnicas às suas gráficas

Quando se sentir mais confortável lendo e examinando os gráficos da bolsa, aprenderá a adicionar outras ferramentas, como a análise técnica, para medir a taxa de volatilidade do mercado e o valor das mudanças. Esses indicadores técnicos ajudam a esclarecer as informações exatas de mercado que se podem perder em relação com algumas ações ou divisas chamadas “oversold” ou “overbought”.

Em essência, os indicadores técnicos incorporados aos seus gráficos reais, como indicadores de volume, linhas de tendência, níveis de Fibonacci, osciladores estocásticos, etc., podem isolar o ruído do mercado, formando uma imagem mais clara dos mercados e das tendências futuras.

A AvaTrade elaborou este guia detalhado com o objetivo de entender como algumas das ferramentas fundamentais de análise técnica são aplicadas por operadores profissionais. Aprenda como implementar o que aprendeu através da nossa conta demo Forex gratuita, tutorial Forex e experimente as ferramentas e gráficos da bolsa fornecidos pelas nossas plataformas de negociação avançadas.

Registe-se hoje na AvaTrade e torne-se o operador que deseja ser.